Link Facebook
botão youtube

História, Teoria e Metodologias De Pesquisa Em História Da Arte II: Relações História Da Arte E Psicanálise (2013/1)

Atualizado em 31/01/17 16:22.
Partindo das relações inauguradas por Freud e desdobradas no pensamento de Lacan (e pós-Lacan em Deleuze e Guattari, Derrida etc.) a disciplina investiga as relações entre o programa da psicanálise em suas relações com a arte - sua epistemologia, as inversões das posições sujeito-objeto, a passagem da problemática do artista para o conceito de arte, as relações história da arte, estética e filosofia da arte etc. - e observa seus efeitos no campo da historiografia recente das artes, com ênfase para a abordagem de historiadores da arte que produzem a revisão conceitual dos períodos estilísticos, como é o caso de Georges Didi-Huberman (e Sarduy, Wollheim, etc.), e, para os historiadores da arte que abordam esta relação do ponto de vista de uma inclusão das noções de corpo e sexo no objeto artístico, tal como nos estudos da história do corpo, da história queer da arte bem como das leituras da história feminista da arte (no cruzamento entre a metapsicologia freudiana e lacaniana e os estudos visuais estudos culturais, cultura audiovisual e televisual, estudos de cinema, gamestudies, embodiment theory etc.), investigando as relações ético-estéticas do ponto de vista de uma abordagem epistemológica corpórea (embodiment theory) e psicanalítica (corpo-subjetividade e subjetivação, corpo obra de arte etc.).
Related Files Size Archive Fingerprint
2013.1 História, Teoria e Metodologias de Pesquisas em História da Arte II: relações história da arte e psicanálise (Programa de Disciplina) 89 Kb 7fdf649c9fd5360a3651774df6d6dd50