Jean Tiago Baptista

Entre o arco e o cesto: uma abordagem Queer of Color Critique à representação dos indígenas heterocentrados na História e nos Museus


O presente projeto de pesquisa se propõe a investigar as sexualidades indígenas dissidentes da matriz heterossexual Ocidental na História e Museologia. Nesse sentido, procura realizar estudos sobre a expansão das categorias de gênero ocidental entre os povos indígenas a partir da América Colonial, em especial em espaços de cristianização como missões jesuíticas. Associa, ainda, a presença deste passado à construção de uma representação marcante na historiografia e outros campos de saber, a dos indígenas heterocentrados, ou seja, o entendimento de que os indígenas estão presos a uma sexualidade isonômica à ocidental cristã. Desse modo, o projeto relaciona tal
passado a cenários históricos contemporâneos. Paralelamente, problematiza a violência epistemológica que se associa a este debate quando se utilizam categorias exógenas aos povos indígenas para o estudo de seu passado, em especial quando se associam abordagens analíticas como a Queer of Color Critique.